O que está procurando?

terça-feira, 31 de março de 2009

Zé Estácio (de óculos) é o Coordenador Municipal de Esportes

Festa de Amancipação terá Jogos da Amizade entre Campo Grande e as cidades vizinhas
* Caramurú

A integração da juventude na programação comemorativa do aniversário de emancipação da cidade terá como ponto alto a realização de várias partidas amistosas unindo os atletas amadores locais e jovens dos municípios do entorno. A Programação está sendo denominada de Jogos da Amizade e será realizada durante todo o dia do sábado. "pretendemos estabelecer a solidariedade entre as cidades como forma de superação dos problemas comuns", ponderou Bibi de Nenca. "E nada mais integrador para se começar do que pelo esporte", concluiu.

Já estão confirmadas as seguintes partidas:
8 horas - Campo Grande x Messias Targino, na categoria FUTSAL masculino mirim.
9 horas - Campo Grande x Messias Targino, na categoria FUTSAL masculino infantil.
10 horas - Campo Grande x Messias Targino, na categoria FUTSAL masculino juvenil.
11 horas - Campo Grande x Messias Targino, na categoria FUTSAL feminino adulto.


16 horas - Campo Grande x Janduís, na categoria FUTSAL masculino veterano.


17 horas - Campo Grande x Triunfo Potiguar, na categoria voleibol masculino adulto.
17 horas - Campo Grande x Triunfo Potiguar, na categoria FUTSAL masculino aberto.


Segundo Zé Estácio de Mendonça, coordenador municipal de esportes, outros municípios estão confirmando os horários e as modalidades. Deveremos contar ainda com as presenças de Upanema e Caraúbas. Os jogos acontecerão nas três quadras municipais.

Festa de emancipação terá seresta dos universitários

* Caramurú


Na sexta a noite, a turma de pedagogia fará seresta inaugurando a opção cultural do Mercado Público. As atrações musicais ficarão por conta de artistas da terra como Dedeca Barbosa, Luana Priscilla (de preto na foto), Raimundo Esteval e outros nomes da nossa cultura. Toda a arrecadação será destinada a Festa de Formatura desses universitários.
151 anos da cidade será comemorado com o lançamento do livro Histórico de José Régis de Melo
* Caramurú
No sábado, a partir da 19 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, será promovido um show cultural e coquetel para divulgação do Livro "Oh! Que Campo Grande. Das Origens aos Dias Atuais", do teatrólogo e diretor da Rádio Comunitária Local, José Régis de Melo. O lançamento integra a programação da Prefeitura Municipal de Campo Grande em comemoração dos 151 anos do município. O livro é abrangente e traz desde a história oficial até fatos pitorescos do cotidiano recente. A publicação foi possível graças a Parceria do Governo Federal representada pelo Projeto Dom Heldér Câmara/MDA junto a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Núcleo Sertão Verde.

Superintendência do Banco do Nordeste fará parceria com Prefeitura de Campo Grande

* Caramurú


O Superintendente do BNB no Rio Grande do Norte, Dr. José Maria Vilar (foto), estará nesta sexta-feira em Campo Grande para cumprir duas missões. No primeiro momento virá prestigiar as atividades comemorativas participando da abertura da semana da emancipação. A tarde, José Maria irá proferir uma palestra sobre os Programas do Banco do Nordeste para o desenvolvimento regional e, em seguida, assinar um termo de cooperação com o Prefeito Bibi de Nenca para abertura de postos de trabalho, investimentos no CREDI Amigo, AGRO Amigo e implantação de projetos inovadores na área de tecnologia de convivência com o semi-árido.

segunda-feira, 30 de março de 2009


Prefeitura define programação sócio-cultural e inaugurações para celebrar Emancipação Política
* Caramurú


Está começando a distribuição dos convites para a comemoração dos 151 anos do município de Campo Grande. As atividades começam na sexta-feira (03), as 8 horas com o asteamento das bandeiras. No sábado tem a realização dos jogos da amizade envolvendo as cidades circunvizinhas. E no domingo serão inauguradas diversas obras pelo prefeito Bibi de Nenca. A íntegra da programação sairá amanhã neste blog e no CG Jovem. Aguardem.
Messias Targino 4 x 4 Campo Grande. E que venha o tira-teima
* Caramurú
A seleção de FUTSAL veterano de Campo Grande devolveu o gesto amistoso e jogou no final de semana em Messias Targino. No jogo, 4 a 4, com 3 gols de Roberto de Nazareno. No pós-jogo aí não houve vencedores na feroz disputa de quem comia mais feijoada, arroz de leite, galinha, carne de porco e carne de gado. Parece que Zé Pifita foi um dos melhores no garfo.

A amarelinha é respeitada por todos, inclusive pelo Brasil

* Caramurú


Ontem foi a noite de terror para a torcida brasileira. Se não fosse Júlio César defendendo tudo e mais um pouco, teríamos sofridos uma derrota vergonhosa. Procurei explicações e imaginei que fosse o poder da camisa amarela que agora não é mais nossa. Quem sabe ?
As maravilhas da NET: reencontrei Neto de Zé de Natanael
* Caramurú
Andava procurando o Netto comentarista e pensei em todo mundo menos em você. Essa descoberta do Bill Gates é realmente extraordinária!!!!!
É claro que lembro de você e das nossas partidas na quadra do correio. Tem mais, ainda guardo a lembrança de que você colecionava as edições do Jornal Vanguarda Estudantil, publicadas na minha gestão a frente do Grêmio Estduantil Francisco Costa de Medeiros.
Companheiro, é motivo de orgulho e saudosismo, a feliz descoberta de que o Netto se trata de um velho amigo de infância. Um abraço do fundo do coração.
Leiam a 'revelação' de Neto:
"Meu caro Caramuru,pensei que vc já sabia de quem se tratava,essas poucas e maltraçadas linhas que escrevo sempre com alegria ao comentar noticias da minha terra querida,gosto de tudo,mais a parte sobre esporte me contagia mais, pois lembro dos meus velhos e bons tempos aí,bom amigo vamos lá vc quer saber quem é essa pessoa,vamos com uma identificaçâo que todos saibam,eu sou filho e neto por que fui criado por eles de José de Natanael como é mais conhecido e Rita Souza,e deles me orgulho muito,deixei a terrinha em 1996,morei em Recife e estou em Natal a 9 anos,trabalho no CD Riachuelo,abraço".

sábado, 28 de março de 2009


Janduís perde Damião Gurgel * Salomão A Prefeitura Municipal de Janduís comunica com bastante pesar o falecimento do Professor Damião Cosme Gurgel na noite de hoje, segunda-feira, 23 de março de 2009, e expressa seus sentimentos a familiares, amigos, alunos e colegas de trabalho.

Professor Damião assumiu a Chefia de Gabinete da atual Administração em janeiro de 2005. No final de 2008 afastou-se para cuidar da saúde e, infelizmente, não teve a oportunidade de retornar ao cargo que exerceu com humildade, inteligência e competência.

A Administração Municipal vai declarar Luto Oficial pelo falecimento do Professor Damião a partir desta terça-feira, 24 de março de 2009. Fonte: Blog do Salomão

Nota - Me somo ao pesar de Dr. Salomão. Damião era uma figura humana extraordinária.

Prefeito Bibi de Nenca se encontra com Garibaldi
* Caramurú

As principais lideranças do Rio Grande do Norte passaram o sábado em Natal numa agenda puxada pelo Senador Garibaldi. Em pauta estava os rumos da política estadual. O prefeito Bibi de Nenca ao lado do vereador Vagner Souza e outras referências locais foram ao chamamento para participarem das discussões do bloco sobre a tática política-eleitoral para 2010.


Aniversariantes que não posso esquecer
* Caramurú

Ontem fizeram aniversário minha sogra Julinha e a amiga Luíza Vieira (foto). Tenho as duas no coração e desejo muita saúde e paz.

Transformação se apresenta hoje a noite
* Caramurú

O Grupo Teatral Transformação de Campo Grande fará apresentação no Escambo Interestadual de Teatro de Rua neste domingo, a partir das 19 horas, na praça da matriz de Janduís. De acordo com Pedro Miau, Coordenador Municipal de Cultura, o município de Campo Grande está com uma delegação de quase 20 jovens graças ao apoio oferecido da Prefeitura. "Essa experiência trará crescimento do grupo e divulgará o que estamos começando a por em prática na cultura campograndense", avaliou.

Artistas e comunidade se preparam para mais um Escambo de Teatro de Rua
* Janduís On line

Janduís, município conhecido nacionalmente pela tradição cultural, realiza neste final de semana mais um Escambo Popular de Teatro de Rua. Nesta 24ª edição, que acontece entre os dias 27 e 30 de março, os artistas pretendem oferecer à comunidade uma programação cultural diferenciada com espetáculos teatrais de rua, teatro de bonecos, dança, cantorias e repentes, xilogravura, cordel, exibições de artes plásticas, entre outras manifestações culturais.

O evento cultural ainda deve contar com lançamento de livros, shows musicais de MPB e reggae, apresentações de folguedos populares com presença de mestres da cultura popular, oficinas de vivência e cursos em diversas áreas artísticas e culturais. Os artistas também vão participar de debates sobre produção cultural. O objetivo dos realizadores foi elaborar uma programação diversificada que também vai discutir as políticas públicas de incentivo à cultura nas esferas municipal, estadual e nacional.

A coordenação do escambo espera contar com a participação de cerca de 250 artistas de Janduís, de outros municípios do Rio Grande do Norte e de estados como Ceará, Pernambuco e Paraíba.

A Prefeitura de Janduís está garantindo a infraestrutura do evento com a disponibilização de profissionais que irão fazer a limpeza das sedes e a alimentação dos artistas, além dos espaços para as plenárias que serão realizados no Módulo Esportivo, Setorial de Cultura, salão principal da Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Escola Municipal Professor Leonel Cícero e Casa de Cultura Popular Vapor das Artes. Os artistas vão ficar alojados nas escolas Vicente Gurgel e Leonel Cícero.

O secretário de Educação, Cultura e Desporto, Antônio Cácio dos Santos, afirmou que com a garantia da infraestrutura os artistas terão a oportunidade de se dedicarem às oficinas, discussões e capacitações. “O importante é fazer com que os artistas possam vivenciar esse momento cultural da forma mais abrangente possível”, assinalou o secretário.

O Escambo abre, oficialmente, às 14 horas dessa sexta-feira, com a primeira plenária com os artistas e um cortejo pelas ruas da cidade. Rogério Silva, coordenador de Cultura do Município, informa que as primeiras apresentações culturais do escambo serão de grupos locais. Janduís conta hoje com diversos grupos culturais: Ciranduís, Brincantes do Sertão, Filhos do Sol, Balai de Arte, Amigarte, Criançarte, Ginga Faceira, Swing Brasil, MPB's e Ritimos.

Fonte: Blog Janduís ON LINE

Geovânia Toscano (3), pró reitora da UERN, esteve na reunião

Cursinho terá 151 vagas e inscrições começam dia 01
* Caramurú

A reunião ocorrida hoje na sede da Secretaria de Educação de Campo Grande encaminhou todos os detalhes para o início da versão 2009 do cursinho pré-vestibular. A prefeitura de Campo Grande aumentará os investimentos e passará a contar com mais parcerias, como UFERSA, UERN, Sertão Verde e as prefeituras de Janduís e Triunfo Potiguar. O resultado será o aumento no número de vagas que subiu de 80 para 151, sendo divididas entre Campo Grande (111), Janduís (20) e Triunfo Potiguar (20). As inscrições podem ser feitas de 01 a 15 de abril nas sedes das Secretarias de Ação Social e de Educação, bem como no Núcleo Sertão Verde. O quadro de professores contarão com nomes como o Promotor Fausto França, o prefeito Bibi de Nenca, doutores da UERN e da UFERSA, e professores e professoras da rede municipal de ensino. As aulas começam em maio e vão até janeiro de 2010.
INTERATIVIDADE

Mais uma de Netto ...

"Muito bem Vagner,continue sempre atuante,esse é o trabalho de vereador."

Nota: Pensei que esse anônimo fosse Neto de Dona Ieda. Segundo Amália, não tem nenhuma chance de ser ele.

Ruston fazendo justiça no futebol

* Caramuru


Com pouco mais de 30 anos, Ruston Liberato anuncia o fim da carreira como goleiro de futebol amador. Ele não suportou as críticas e justificou-se alegando contusão no joelho. Mas vai continuar próximo do esporte, pois atendendo ao convite de Zé Estácio, o irmão-companheiro Ruston vai ser o presidente da comissão de justiça do campeonato municipal society. Pelo visto essa é a melhor maneira dele colaborar com o nível do futebol local.

sexta-feira, 27 de março de 2009


Uma música linda para o inverno 2009
* Caramurú

Diante da quadra invernosa de nosso Estado, lembrei de interpretar e publicar nesta semana a música da cantora paraibana Elba Ramalho por quem guardo admiração do seu talento e da sua beleza.

Na música Bate Coração, composta por Cecéu, Elba Ramalho se projetou para o Brasil num xote romântico que comparava a sua paixão impossível com o movimento dos rios nordestinos na época das chuvaradas.

Na sua primeira parte e no refrão, a música apresenta um diálogo entre a pessoa e o seu coração, aliados no incessante interesse por uma paixão impossível. O sentimento de dor é repassado pelo batimento forte e acelerado do coração.


Bate, bate, bate, coração

Dentro desse velho peito

Você já está acostumado

A ser maltratado, a não ter direitos

Em seguida a pessoa dá um apoio moral ao coração para que ele não desista mesmo diante dos comentários contrários da sociedade em sua volta. Na verdade, essa conversa é uma busca do próprio consolo para a verdadeira responsável pela dor.


Não ligue, deixe quem quiser falar, ah!

Porque o que se leva dessa vida, coração

É o amor que a gente tem pra dar, oi!

Os versos do refrão apresentam o limite que a pessoa está disposta a chegar pela sua paixão.

Tum, tum, bate coração

Oi, tum, coração pode bater

Oi, tum, tum, tum, bate, coração

Que eu morro de amor com muito prazer

A segunda parte é a mais linda da canção quando a pessoa compara seu amor com o curso dos rios. Quem é Nordestino sabe, e nós que crescemos em Campo Grande abraçados pelo rio Upanema sabemos mais ainda, que é doloroso ver um volume imenso de água indo se perder num mar que aparentemente não precisa dela tanto quanto os sertanejos amarguradores de secas e tão cansados de abrirem cacimbas nos leitos destes mesmos rio sdepois que passa o inverno. Por aqui criou-se até o adágio popular “o rio só corre para o mar”. Vejam que bela composição:


As águas só deságuam para o mar

Meus olhos vivem cheios d'água

Chorando, molhando meu rosto

De tanto desgosto me causando mágoas

Mas meu coração só tem amor, amor!

Bate Coração

Canta: Elba Ramalho


Bate, bate, bate, coração

Dentro desse velho peito

Você já está acostumadoA ser maltratado, a não ter direitos

Bate, bate, bate, coração

Não ligue, deixe quem quiser falar, ah!

Porque o que se leva dessa vida, coração

É o amor que a gente tem pra dar, oi!

Tum, tum, bate coraçãoOi, tum, coração pode bater

Oi, tum, tum, tum, bate, coração

Que eu morro de amor com muito prazer

As águas só deságuam para o mar

Meus olhos vivem cheios d'água
Chorando, molhando meu rosto

De tanto desgosto me causando mágoasMas meu coração só tem amor, amor!

Era mesmo pra valer, ê

Por isso a gente pena sofre e chora coração

E morre todo dia sem saber
Cursinho pré-vestibular será ampliado em 2009
* Caramurú

Neste sábado (28), haverá a primeira reunião interinstitucional para definição do funcionamento do cursinho pré-vestibular em 2009. A intenção do prefeito Bibi de Nenca é aumentar o número de vagas para os jovens do município. Janduís e Triunfo Potiguar devem está sendo representado pelos Secretários de Educação que afirmaram interesse na parceria. Além das prefeituras estão presentes a UERN, representada pela pró-reitora Geovânia Toscano (foto), A Associação Cleto de Souza e o Núcleo Sertão Verde.
60 agricultores beneficiados com Projeto de Algodão Agroecológico
* Caramurú
Hoje encerrou 2 dias de reuniões do comitê territorial do Sertão do Apodi. O primeiro projeto discutido foi o de algodão agroecológico através da parceria EMBRAPA/PDHC. O trabalho consiste em implantar área de produção com todos os custos, inclusive as diárias dos agricultores, custeadas pelo projeto. De Campo Grande foram inseridas 60 famílias de agricultores.
Giuzélio Lobato toca para o Presidente Lula
* Caramurú
Quer dizer, quase !!!!! Na verdade, o companheiro Giuzélio foi junto com o maestro da Banda de Música de Cruzeta, Humberto, para acompanhar os músicos da cidade que foram convidados para abrir a programação da visita do Presidente Lula em Salvador. Giuzélio fazia um papel de 'coordenador geral da banda'. Ele disse que valeu 1 dia de viagem para ver o presidente de perto. Eu faria o mesmo sacríficio.

quinta-feira, 26 de março de 2009


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou nesta quarta-feira (25) o plano habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, que prevê investimentos de R$ 34 bilhões para a construção de 1 milhão de moradias populares nos próximos dois anos.

* Fernando Mineiro


Durante o lançamento, Lula lembrou que o plano cumpre duas funções: melhorar as condições de moradia das pessoas mais pobres e aumentar a oferta de empregos no país. A estimativa é de que sejam criados mais de 500 mil postos de trabalho.


Lula pediu empenho de governadores e prefeito para que elaborem os projetos habitacionais com rapidez e auxiliem na busca por terrenos. O presidente também sugeriu a criação de um Comitê Gestor – nos moldes do existente no PAC – para detectar “em tempo real” eventuais entraves na execução do programa. “Neste programa, nós não vamos ter problemas de gastar. Nós queremos gastar esse dinheiro o quanto antes melhor”, disse.


Segundo Lula, a Caixa Econômica Federal está “altamente preparada” para que o plano comece a funcionar “a todo vapor” a partir de 13 de abril. “Vai depender muito de vocês (governadores e prefeitos). Agora precisamos de projeto para que a gente comece a desovar esse dinheiro”.


Baixa renda

As moradias serão feitas para as famílias com renda de até 10 salários mínimos. Do total, 400 mil serão destinadas a famílias com fonte de renda de até três salários mínimos. O governo federal espera, com o pacote, reduzir o déficit habitacional no país em 14%."Este não é um programa que é uma emergência ou um fator fora da curva. Ele dá sustentação à política de desenvolvimento de renda do governo federal. Também fortalece as famílias ao criar um espaço para eles criarem seus filhos", afirma a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.


Os recursos serão distribuídos de acordo com os dados do IBGE sobre o déficit em cada região do país. As famílias com renda até 3 salários mínimos terão subsídio integral do seguro de vida. O objetivo da medida é reduzir o valor das prestações. As famílias com renda de 3 a 10 salários mínimos terão redução dos custos com o seguro e acesso a um fundo garantidor, variando de acordo com a faixa em que está (de 3 a 6 mínimos e de 6 a 10).


A primeira prestação será paga somente na entrega do imóvel, e a prestação deverá comprometer apenas 20% da renda familiar. O pacote também prevê pagamento opcional de entrada pelo mutuário. Para famílias com renda de até 3 mínimos, a prestação (cujo valor mínimo é de R$ 50) pode comprometer apenas 10% da renda.


Para famílias de até 3 mínimos, não haverá pagamento dos custos cartoriais. "Nós vamos compatibilizar a prestação com a renda das famílias. Não dá para imaginar que com os custos de mercado a população de menor renda vá ter acesso a moradia sem interferência do governo", diz Rousseff.


As moradias construídas terão aquecimento solar térmico, o que ajudará também na redução da conta de luz dos mutuários. De acordo com Dilma, estão fora do programa os R$ 4,5 bilhões anteriormente disponíveis para habitação provenientes do FGTS.


Segundo a ministra, o programa prevê a simplificação da regularização fundiária urbana e terá a participação de Estados e municípios. "Vamos pedir terrenos. Sempre que houver uma participação dos Estados e municípios, pode-se aumentar o número de unidades."Fundo garantidorO fundo garantidor prevê o refinanciamento de parte das prestações, caso o mutuário perca sua fonte de renda. Para famílias com renda de três a cinco salários mínimos, será garantido o pagamento de até 36 prestações; para famílias com orçamento de cinco a oito salários mínimos, até 24 prestações; e para as famílias que recebem de oito a dez salários mínimos, 12 prestações.


Para ter acesso ao fundo é preciso ter efetuado o pagamento de no mínimo seis prestações do imóvel e é necessário também o pagamento mínimo de 5% da prestação que foi refinanciada. Este valor será devolvido como bônus quando o refinanciamento for pago.


O mutuário terá que solicitar formalmente seu refinanciamento, comprovando a situação de desemprego, a cada seis prestações requeridas.


O pacote também barateia o seguro de vida prevendo a quitação do financiamento pela União em caso de morte ou invalidez permanente do mutuário. A União também arcará com os custos de reparação de danos físicos ao imóvel.Para cobertura de morte, invalidez e danos físicos no caso de um mutuário com mais de 61 anos, o custo atual do seguro corresponde a 35% da prestação. Com as novas medidas, o custo cairá para 6,64%, de acordo com a previsão do governo."O programa é ousado e de grande impacto na economia brasileira. Seguramente será um dos principais programas anticrise que este governo vai implementar", afirma o ministro da Fazenda Guido Mantega.


Segundo o ministro das Cidades, Mário Fortes, "haverá uma destinação privilegiada do registro das moradias para a mulher. Também vamos priorizar os mutuários portadores de deficiência e idosos. Este é um programa abrangente e vamos atender a todos."Fortes afirmou que um volume significativo de recursos será liberado para movimentos sociais.


Ainda segundo o ministro, no projeto "o mais significativo é que estão lançadas as bases de um processo que pode ser definitivo para zerar o déficil habitacional."Para Wilson Amaral, presidente da construtora e incorporadora Gafisa, o plano "trará a mobilização de centenas, milhares de empresários do setor de construção.""Teremos números bons para mostrar num horizonte de meses. Não é nada de longo prazo. E vai durar muito mais depois da crise. Não vai morrer daqui um ano ou dois", projeta Amaral.


Pacote contra a crise

Inicialmente, o governo planejou a construção de 200 mil casas como uma das medidas de combate à crise econômica mundial. O número subiu para 500 mil, até chegar ao total de 1 milhão.


Antes de anunciar o pacote, o governo realizou vários encontros com governadores e prefeitos, essencialmente para saber quais as contribuições que Estados e municípios poderiam dar para reduzir os custos do financiamento. Uma das ideias era a disponibilização de áreas para a construção das casas.


O governo também buscou formas de reduzir o peso do seguro de vida sobre as prestações, já que ele aumenta de acordo com a idade do mutuário. O padrão de juros também deveria ser "totalmente diferente", na visão do presidente Lula.


Fonte: Site de Fernando Mineiro
Deputada Fátima Bezerra tem se mostrado grande amiga de CG

Deputada Fátima Bezerra firme no apoio a Campo Grande

* Caramurú


Bibi de Nenca esteve com a deputada Fátima Bezerra e ouviu da Deputada a confirmação do apoio para diversos projetos importantes a consolidação do Programa de Governo da Gestão Cuidando de Campo Grande. Não é novidade essa parceria do mandato com a cidade. Entretanto, neste ano o investimento deverá ser bem maior. Na programação da Emancipação Municipal, a Deputada deve anunciar os investimentos juntamente com o prefeito.
COOPAPI de blog novo
* Caramurú
Seguindo a tendência dos blogueiros, a COOPAPI migrou do zip para a blogspot. Agora o acesso para o blog da maior Coooperativa da Agricultura Familiar do interior do Estado se dá através do www.coopapi.blogspot.com
Ontem e hoje acontece a reunião do comitê territorial do PDHC
* Caramurú
O Sertão do Apodi compreende 17 municípios prioritários para o investimento do Governo Federal através do chamado Programa Territórios da Cidadania, coordenado pela Casa Civil e envolvente de 19 Ministérios. Nesta semana acontece mais uma reunião para planejamento dos investimentos 2009 e, dentre os integrantes, está a cidade de Campo Grande aonde a Prefeitura tem cadeira na coordenação. Ainda participam as Associações Rurais do Bom Jesus, Campo de Aviação e Morcego juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais e o Núcleo Sertão Verde. Em pauta as ações previstas para investimento do Governo Federal em 2009 e 2010.
Vitória suada e festa garantida
* Caramurú

O bloco oposicionista teve que vencer 2 vezes em Patu para ter o pleito reconhecido pela justiça eleitoral e a oposição. Com duas derrotas em menos de 3 meses, nem Mike Tyson teria coragem de pedir outro combate.
Cursinho de Campo Grande vai ser apresentado no Congresso Nacional de Dourados - MS
* Caramurú
A experiência de capacitação de jovens para o ingresso no ensino superior será objeto de discussão no 4º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, que se realizará no próximo mês, na cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul. O projeto será apresentado pela Dra. Geovânia Toscano (foto), pró-reitora de extensão da UERN, e foi escrito por ela em co-autoria com a Dra. Leida Almeida. A ação é uma parceria entre a Prefeitura de Campo Grande e a UERN, dentre outros.

Mobilização Internacional em Defesa do Emprego
* Caramurú


Na próxima segunda-feira (30), acontecerá movimentações em todo Brasil e no mundo com a chamada "Os Trabalhadores Não Podem Pagar Pela Crise". Nacionalmente o movimento está sendo puxado pelas centrais organizações trabalhistas. Na última reunião do Diretório Nacional do PT, por unanimidade, tirou uma resolução de apoio. "Quando os ricos ganham não dividem os lucros, já quando perdem vem para os trabalhadores pagar a conta. Somos radicalmente contra qualquer saída que ponha em risco os direitos da classe trabalhadora", disse o presidente Berzoini (foto).

quarta-feira, 25 de março de 2009

PROJETO CULTIVANDO SABERES: INSCRIÇÕES ABERTAS

*Simone Cabral

Já estão abertas, até o dia 30/03, as inscrições para participação do Projeto
Cultivando Saberes, uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio da Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), cuja execução está sob responsabilidade da Coordenação de Formação de Agentes de ATER do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (DATER), em parceria com as instituições estaduais.O Projeto é uma união de esforços e experiências para ampliar e qualificar a prestação de serviços de ATER aos agricultores familiares. Adotando uma estratégia de formação em rede, o projeto capacita os extensionistas para atuarem como formadores na capacitação de extensionistas de campo. Os Agentes de ATER que podem participar do projeto são os que já possuem vínculo com ONG, prefeituras, sindicatos de trabalhadores rurais, associações e cooperativas de agricultores familiares e demais instituições que prestam serviços aos agricultores. A inscrição para seleção dos Agentes está em aberto e registrada em Edital, no site da EMATER: www.emater.rn.gov.br, onde contém demais informações a respeito.

Vereador verde e maduro
* Caramurú
Após a matéria que postei sobre o projeto de arborização de Campo Grande, o vereador Vagner Souza fez questão de destacar que será apresentado em parceria com o presidente da câmara, Arnaldo Bezerra. O cuidado demonstra a competência política. Mesmo sendo marinheiro de primeira viagem e do partido verde, o vereador está agindo como político maduro.
INTERATIVIDADE
"Excelente idéia esta Feira. Aqui do Rio fico feliz em ver como a nova administração de Campo Grande tem buscado novas formas de rendas para a população da terrinha.É importante que a população marque presença na feirinha e prestigie o belo trabalho de nossos(a) conterrâneos.Parabéns ao Prefeito Bibi e ao Vice Caramuru pelo excelente inicio de sua Administração.Abraços"
(Michel Melo, especialista em informática, Rio de Janeiro/RJ)

segunda-feira, 23 de março de 2009


Amanhã começa a Feira de Confecções de Campo Grande
* Caramurú


A Feira de Confecções, a partir de amanhã até o dia 06/04, vai reunir a exposição dos produtos de mais de 20 costureiras da cidade. O principal evento da Prefeitura neste mês de março deverá reunir gente de toda a região. Na visão do prefeito Bibi de Nenca a geração de emprego e fortalecimento da renda no município de Campo Grande passa pelo investimento em projetos dessa natureza. Agora resta a população fazer a parte dela, visitar os stands e comprar as "santas de casa" para obrarem o milagre. O trabalho vem sendo coordenado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Diogo Almeida; junto com a coordenadora de geração de emprego e renda, Lilia Holanda; tendo o acompanhamento direto do prefeito e o envolvimento de toda gestão.
Casas por R$ 50 mensais
* Caramurú
O Presidente Lula deve anunciar estes dias o Programa de Habitação. Entre as vantagens, terá o financiamento de casas para as pessoas que ganham até 3 salários mínimos com pagamentos em parcelas mensais de R$ 50. A meta total é construir 1 milhão de moradias em todo Brasil até 2010.
Prefeito busca linha de crédito especial para setor de confecções
* Caramurú
Atendendo o anseio das costureiras, o prefeito Bibi de Nenca conversou com o Superintendente do BNB, José Maria Vilar, na busca de uma fonte de empréstimo com prazos longos e taxas de juros baixas. A proposta será analisada e respondida no dia 03, quando o superintendente virá Campo Grande. A princípio já ficou entendido que o grupo precisa sair da informalidade.

Singela lembrança do aniversário de Elidimar Moura
* Caramurú

Hoje é o aniversário de Elidimar e eu quero agradecer a Deus por ter criado a internet e depois o msn que me deu condições de adcionar-me a ela no ciclo de amizade virtual e, em seguida, real. Embora o namoro dela com meu amigo Zé, anos antes tivesse me dado chances de lhe conhecer, foi através do mensager que viramos amigos. Mas amigos de verdade. Nem as turbulências pré-aliança PT-PMDB afetaram (nunca) a nossa relação crescente e sincera. Ela é gente de muita qualidade e de grande coração. Tenho satisfação dessa amizade e espero preservá-la por anos e anos porque viver perto de quem é do bem ajuda a melhorar a nossa vida. Feliz aniversário.
COOPAPI realizará assembléia anual amanhã
* Caramurú
A Cooperativa de Apicultores do Apodi - COOPAPI tem prestado enorme serviço a agricultura familiar e os municípios do território Sertão do Apodi. Em Campo Grande, por exemplo, em 2007 e 2008 as suas ações chegaram na forma de doações de mel, arroz, farinha, castanha e feijão através do PAA da CONAB. Nesta quarta-feira, a partir das 9 horas, o quadro de sócios será reunido na sede de Apodi para fazer o balanço econômico e social do trabalho. A presidente Fátima Torres antecipou que está trabalhando para renovar o convênio com a CONAB.
CARAMURU PAIVA, UM VICE PREFEITO QUE FAZ A DIFERENÇA EM BUSCA DE RECURSOS PARA A NOSSA CAMPO GRANDE.

Por: Ruston Liberato


Em menos de três meses de gestão como Vice Prefeito, Caramuru Paiva, tem mostrado o quanto é importante o papel de um Vice Prefeito que trabalhe e contribua, efetivamente, para com a administração municipal na busca incessante por recursos que tragam melhorias para toda a população do nosso município.
Nós que conhecemos Caramuru Paiva, sabíamos que não seria diferente, pois a história de lutas e conquistas desse PeTista é exemplo para qualquer um, porém, como Vice Prefeito tem se desdobrado e realizado muitas ações, junto com o Prefeito Bibi de Nenca, que desmistificam aquela velha e sórdida figura dos vices que nunca contribuíram com nada nas administrações anteriores.

A sintonia entre o Prefeito Bibi de Nenca e o Vice Prefeito Caramuru Paiva, nos comprova o quanto foi acertada a decisão de apoiarmos essa coligação que foi concretizada através do voto popular nas últimas eleições.

Sabemos não ser fácil a tarefa de administrar uma cidade com recursos escassos e que tem uma deficiência enorme de ações voltadas para a geração de emprego e renda.

Mas isso não será obstáculo, pelo que conheço, para esses dois homens vencedores e de visões largas e humanas.
INTERATIVIDADE
A mensagem emocionante e linda enviada por Clayse Anne Medeiros mostra porque era tão merecida a sua vitória. Talento não lhe falta...
Se as coisas são inatingíveis... Ora! Não é motivo para não querê-las.
(Mário Quintana)
* Clayse Anne Medeiros

Durante quase um ano estudamos com o propósito de construir um futuro melhor. Uma nova perspectiva se abriu diante de nós, através do incentivo e da força de pessoas que também enfrentaram em suas vidas grandes desafios. Tiveram dificuldades que foram superadas e objetivos que foram alcançados através de seus esforços, determinação e disciplina.

Muitos de nós alcançamos mais do que o esperado durante este período. E aprendemos que isso acontece a partir do momento em que adotamos a consciência única de que somos os principais responsáveis por nossa própria vida e pelo nosso futuro, isso nos ajuda a encontrar uma forma de sermos sujeitos de nossa própria historia.

Entendemos, portanto que, em vez de interpretar o mundo, devemos modificá-lo. E não existe forma mais confiável de iniciar essas mudanças do que estudando para desenvolver nosso potencial no mundo. Não seremos apenas sonhadores, queremos mais do que isso. Vamos trabalhar para que nossos sonhos se transformem em realidade. A vida e a história pessoal de cada um deve ser construída com este objetivo, sermos capazes de criar mudanças positivas direcionadas para um mundo mais justo e igualitário.

Por isso, nós, alunos pioneiros do cursinho pré-vestibular, queremos fazer um agradecimento especial às pessoas que foram capazes de perceber os nossos sonhos: Leida, Caramuru, Geovania, Bibi e tantos outros, que estiveram comprometidos neste espaço de tempo, ajudando-nos a plantar nossa semente de luta por aquilo que entendemos e acreditamos ser o primeiro passo para ingressarmos na universidade. Os exemplos de vocês nos alimentaram muito. Obrigado pela sabedoria, transformando as suas experiências numa palavra que nos foi dada de presente: ESPERANÇA.
Não podemos deixar de mencionar os professores “voluntários” e as suas lições. Para eles, vai o abraço mais terno por toda dedicação e disponibilidade que recebemos.
E desse período de nossa vida, ficarão as boas lembranças e como resultado, todo o aprendizado que já faz parte da nossa futura formação.
Neste momento em que alcançamos a vitória desejada, nossa palavra é de profunda gratidão e reconhecimento. E que a mesma força e determinação estejam presentes no cursinho 2009.
(Clayse Anne Medeiros agora é universitária no curso de Letras/Assu.)

domingo, 22 de março de 2009

Região mobilizada para lancamento da Feira de Confeccões
* Caramuru

Na próxima quarta (25) a Prefeitura de Campo Grande estará lancando a Feira de Confeccões que reúne mostras da producão de mais de 20 pronta-entregas locais. A expectativa é da presenca de comerciantes e consumidores do município e das cidades de Janduís, Messias Targino, Triunfo Potiguar, Jucurutu, Paraú, Caraúbas e Upanema. As pecas ficarão expostas durante cinco dias em stand colocados nas proximidades da agência Banco do Brasil Campo Grande. Segundo Lilia Holanda, coordenadora de geracao de emprego e renda, serão expostas roupas e pecas íntimas. "O prefeito Bibi pretende tornar a feira permanente e evoluir para a transformacão de nosso município em um pólo de confeccões", ressaltou Lilia


Secretário Estadual de Agricultura virá para abertura da Feira de Confeccões
* Caramurú

Francisco das Chagas (foto), Secretário de Agricultura do RN, confirmou presenca junto com equipe de governo para a programacão de lancamento da Feira de Confeccões de Campo Grande.

Refazendo as contas do vestibular 2009
* Caramurú


Na UFERSA já tinhamos comemorados as aprovacões de Mayanne e Cíntia e no PROUNI. Assim, tivemos 13 na UERN + 2 na UFERSA = 15. A conta dá exatamente o triplo da média de Campo Grande nos últimos 20 anos. Essa juventude merece ser festejada porque viveram histórias de superacão como a de Gildemara Rocha (blusa vermelha) que quebrou a perna no período do cursinho preparatório, mas não desistiu e vinha do Morcego para estudar na cidade e venceu todas as dificuldades para entrar na universidade pública.

Sindicato de Apodi inaugurou feira da agricultura familiar
* Caramurú

Agradeco o convite da diretoria do STTR Apodi para a inauguracão do espaco de comercializacão da agricultura familiar na feira livre de Apodi. O municipio tem a maior populacão rural do territorio Sertão do Apodi e uma producão elevada de arroz, caju e outras culturas regionais. A Feira da Agricultura Familiar foi conquistada com recursos do Governo Federal. O sindicato de Apodi tem a frente a grande lideranca de Edilson Neto (foto) que não mediu esforcos para buscar mais um benefício para o povo apodiense.

Qual será o Netto ?
* Caramurú

Há dias o nosso blog tem recebido a companhia dos comentários anônimos de uma pessoa identificada como Netto. Ponderado, o comentarista se mostra apaixonado por CG. Tenho pensado em 3 possíveis nomes. Será que ele aceita apresentar a identidade real ? Responde aí

INTERATIVIDADE

"Parabéns aos jovens de minha terra,muitos eu nunca vi o rosto,quando deixei a terra de santana eles eram pequenos ou nem era nascidos,boa sorte a todos."

(Netto, anônimo)

sexta-feira, 20 de março de 2009

Segue a relação dos alunos de Campo Grande/Janduis aprovados no vestibular UERN 2009

01. Antonia Clayse Anne Medeiros Vieira - Letras/Assu
02. Antonia Ericélia Silva Almeida - Serviço Social/Mossoró
03. Israela Sinara Paula Gadelha - Serviço Social/Mossoró
04. Eider Décio Gurgel Vieira - Direito/Mossoró
05. Mayanne Dayara F. de Souza - Turismo/Mossoró
06. Gildemara Rocha Fonseca - Pedagogia/Caraúbas
07. Francisco Magney de Castro - Pedagogia/Caraúbas (não fez parte do cursinho)
08. Aldetânia Fereira de Arruda - Pedagogia/Caraúbas (Janduis)
09. Jane Cleide Bezerra da Silva - Pedagogia/Caraúbas
10. Jamyllier Nathafia A. Gurgel - Pedagogia/Caraúbas (Janduis)
11. Maria Mayara dos Santos Silva - Pedagogia/Caraúbas (Janduis)
12. Maria Aparecida de Souza Santos - Letras/Assu
13. Rayssa Rafaelle de Souza Veras - Pedagogia/Caraúbas

A juventude mudando o futuro
* Caramuru

Ontem o interior do Estado voltou as atencões para o resultado do concurso vestibular da UERN. Pais, mães, amigos, parentes e os candidatos e candidatas tentavam na internet congestionada uma antecipacão da lista de aprovados e aprovadas. "Sinara passou de novo", foi a primeira notícia a correr de boca em boca por Campo Grande. "Oh, menina inteligente", comentavam.

Ericélia me encontrou na rua agoniada e eu me assustei procurando saber o motivo. "Passei, eu e outros jovens de Campo Grande fomos aprovados no vestibular da UERN". Abracei ela que estava com os batimentos em mais de 200 e perguntei por outros nomes. "Estão falando que Rayssa de Ráfia também passou". A noticia se acelerou pelos quatro cantos e foram citando 5, 6, 7, ... 13. Treze aprovados no concurso vestibular.

Ora nos últimos anos a média de jovens que entravam no ensino superior não ultrapassava 5. A garotada quase triplicou nossa marca. E ainda tem gente que diz do desinteresse dos jovens dos dias atuais. O resultado demonstra algo diferente: FALTAM OPORTUNIDADES. A vitória dos nossos meninos e meninas representa o retorno de quase 8 meses de estudo árduo. A jovem Clayseanne mereceu demais ser aprovada. Ela além de estudar, ajudava a organizar o estudo dos demais.

O cursinho pré-vestibular originado da reivindicacão dos próprios jovens e colocado em prática com muito esforco de instituicões como UERN, Prefeitura de Campo Grande, Projeto Dom Helder Camara e Nucleo Sertao Verde. Essa foi a energia motivadora da inscricão de mais de 60 jovens contra 25 dos anos anteriores. E como não citar a beleza do voluntariado dos professores e professoras de Campo Grande. Muitos trabalharam gratuitamente pelo sucesso da juventude.

Estamos felizes e queremos mais. Há menos de 2 dias o Reitor Josivan Barbosa desafiou o Prefeito Bibi colaborar para alcancarmos a meta de 20 jovens aprovados por vestibular. Bibi aceitou a provocacão. Perseguiremos. Os jovens deram demonstracão que querem melhorar a própria história. As entidades do cursinho estão motivadas pela versão 2009. O resultado serviu como frutovena.

Trabalharemos o cursinho junto com as Prefeituras de Janduis (parceira desde o ano passado, com três dos treze vencedores) e a Prefeitura de Triunfo Potiguar est interessado em entrar na parceria. UERN e Sertão Verde continuam. UFERSA disse do desejo de colaborar. Os jovens, os jovens .... esses já mostraram a capacidade de realizar quando estão com os livros nas mãos.

Num momento de sucesso como esse todo briho é para os jovens, mas não podemos deixar de citar pessoas como Leida Almeida e a equipe da UERN e jamais podemos esquecer Joseiza, Silvio, Simone, Hugo, Zé Estácio, Ricardo, Micilene, Neta, Saul e tantos voluntários que tornaram viável a execucão do cursinho. Mais do que matérias todos alimentaram sonhos nas mentes e nos coracões da juventude de Campo Grande e Janduis.

INTERATIVIDADE

"É bom vê que os administradores de nossa cidade, junto com o secetariado está procurando alternativas viáveis para o nosso município."

(Vittor Melo, proprietário de gráfica)

quinta-feira, 19 de março de 2009

Arborização da cidade será melhorada com plantio de 2.000 mudas
* Caramurú
Iniciou na quarta-feira passada a ação municipal de defesa ambiental com o plantio inicial de 200 mudas. Conforme acordo firmado entre a UFERSA e a Prefeitura Municipal de Campo Grande, serão plantadas um total de 2.000. Participaram do evento, o Prefeito Bibi de Nenca, o Reitor Josivan Barbosa, os vereadores Arnaldo Bezerra, Vagner Souza e João Fernandes; as direções e alunos das escolas municipais; secretários municipais; e a população em geral.
UFERSA e Prefeitura de Campo Grande assinam Termo de Convênio para cooperação em várias áreas
* Caramurú
Na última quarta-feira (18), o Reitor da UFERSA, Dr. Josivan Barbosa de Menezes, esteve no município de Campo Grande a convite do prefeito Bibi de Nenca. Durante a visita, o reitor proferiu palestra para os alunos do segundo grau e assinou Termo de Convênio com a Prefeitura Municipal de Campo Grande para Fortalecimento da Cultura do Cajueiro, Arborização da Area Urbana da Cidade, Assessoria na Implantação da Tecnologia de internet Sem Fio e Promoção do Acesso de Jovens ao Ensino Superior.

Vereador Vagner Verde
* Caramurú


Habilidoso na política e bem assessorado no mandato, o vereador do Partido Verde, Vagner Souza (primeiro da foto), vai trilhando seu caminho. Em breve deve apresentar o Projeto com o Programa Municipal de Arborização. É bom ver um vereador focando o mandato nas questões ambientais.

Interatividade


A pedido do amigo Elias Araújo, publico esta foto da Filarmônica Antonio da Pastora tocando no aniversário de Zé Pifita.
Édina, Ritinha, Lilia Holanda, Bibi de Nenca, Diogo Almeida, Edivânia e equipe que participou do intercâmbio ao Ceará

Prefeito pretende transformar Campo Grande em pólo regional de confecções
* Caramurú

Bibi de Nenca, Diogo Almeida, Lilia Holanda e mais de 20 costureiras de Campo Grande fizeram uma viagem de intercâmbio a pequena cidade de Frexeirinha, no interior do Ceará. Andaram mais de 1.000 km para ver in locu como se tornaram referência nacional e até internacional na produção de confecções. A viagem é um dos passos iniciais para ao longo dos próximos 4 anos trabalhar no intuito de tornar nossa terra numa referência regional na área de costura.

Em fevereiro a Secretaria de Desenvolvimento Econômico iniciou o levantamento das pessoas que vivem da atividade de pronta-entrega e pode constatar quase 30 mulheres envolvidas nesta cadeia produtiva. Os dados surpreenderam e estimularam o prefeito Bibi de Nenca na antecipação do lançamento da Feira de Confecções para o dia 25 de março, próxima quarta-feira. O espaço de comercialização funcionará nos dias de pagamento de idosos e será instalado nas imediações do Banco do Brasil.

No mês de Abril será a vez do SEBRAE visitar o município de Campo Grande. Em contato recente mantido entre a Prefeitura e a direção do órgão ficou acertado o aprofundamento do estudo sobre o potencial do corte e corte na cidade e a elaboração do Plano de Negócios para o setor. "É preciso encontrar soluções criativas para geração de emprego e renda; e a confecção de roupas e peças íntimas me parece uma vocação com grande potencial para nosso povo", avaliou o prefeito Bibi de Nenca.

Interatividade

Reproduzido a pedido da jovem Iracema Manielle

Seminário Estadual da Juventude Camponesa

Nestes dias 12 a 15 de Março, no município de Campo Grande jovens das cidades vizinhas da região se encontraram e realizaram o Iº Seminário Estadual do projeto de vida dos (as) jovens Camponeses (as) do Estado do Rio Grande do Norte; onde passaram estes dias discutindo vários temas da realidade dos envolvidos.

Dentro da programação inserida contamos com a presença de jovens do campo e da cidade dos municípios de Assu, Campo Grande, Caraúbas, Upanema; por volta de 30 jovens reunidos e facilitadores das oficinas. As 19:00h do dia 12 teve a abertura com Rodolfo Lobato representante do Instituto Sousa Cruz / Rio de Janeiro instituição que financiou este momento da juventude.

Dando continuidade das atividades no dia 13 com conversas sobre os jovens o campo e o seu meio, Projeto de Jesus de Nazaré para a juventude e como colaborador deste evento Caramuru Paiva vice-prefeito de Campo Grande fez questão de contribuir mais uma vez a juventude com os temas: o que é projeto pessoal e comunitário, para que serve e como fazer. no dia seguinte por volta das 08:00h da manhã a comissão teve uma grande colaboração de Simone Cabral com o tema: Analise de conjuntura a caminhada da juventude na America Latina.

Já na parte da tarde Laécio Vieira e Paulo Alex fala sobre a missão da PJR na construção dos projetos pessoais e comunitários. Em torno de toda essas temáticas os jovens que participaram tiveram espaços para ouvir, falar e opinar e muitas idéias foram colocadas nos encaminhamentos finais para a caminhada dos grupos e outras organizações junto com a Pastoral da Juventude Rural e como apoio contamos com o Núcleo Sertão Verde, Secretária de Ação Social e outras.
Mensagem da mais nova universitária de Campo Grande para todos e todas que fizeram o cursinho pré-vestibular gratuito
"Meus queridos! Muitíssimo obrigado, não só pelo desejo de felicidades, mas por toda a contribuição que me foi dada durante todo este período de cursinho, espero poder, a cada dia, retribuir o conhecimento a mim repassado, o carinho e incentivo que vocês sempre nos deram. A felicidade é realmente imensa, pois pra mim não significa só um objetivo que sempre busquei em minha vida, mas parte de um sonho que eu sempre quis tornar realidade. É muito gratificante poder sentir o apoio e a alegria de pessoas que contribuiram, e muito, para que eu chegasse a uma Universidade, e é esse sentimento de gratidão que eu sempre carregarei comigo, e espero que ele me motive, mais ainda, para que um dia eu possa realizar o mesmo trabalho que vocês realizam. Em meu nome, e em nome de toda a minha família MUITO OBRIGADO !... Abraços carinhosos
(Sinara Gadelha = aprovada no PROUNI para Ciências Contábeis e na UERN para Serviço Social)
Walter Pomar é Secretário de Política Internacional do PT

O encontro de Lula com Obama e a política internacional do PT é acertada
* Caramurú

Durante o último Fórum Social Mundial estive assistindo a mesa de debate sobre a política internacional do Governo Lula e posteriormente tive a oportunidade de uma conversa com o companheiro Walter Pomar, Secretário de Política Internacional do Partido dos Trabalhadores. É verdade que as concepções do PT não se reproduzem na totalidade da política do Governo, mas por ser o partido o presidente, tem grande influência nas orientações gerais.

É fácil perceber a diferença positiva para o Brasil da ação do Governo Lula no cenário internacional e ela se evidencia no recém encontro entre o nosso presidente e Barack Obama dos USA. Na agenda foram debatidos os principais problemas da atualidade. Lula disse que vai propor a UNASUL a criação de um conselho para tratar do tráfico de drogas e assim evitar a dependência externa. Obama reconheceu que o Brasil mostra extraordinária liderança na questão dos biocombustíveis. Juntos acordaram em criar um grupo de trabalho para antecipar a discussão de propostas para a reunião do G-20.

Antes o Brasil tirava os sapatos para que um ministro pisasse em solo americano. Hoje opina de cabeça erguida contra a invasão do Iraque. Antes mantinha comércio prioritário com os USA. Hoje vende e muito para a Asia, Europa e América do Sul. Na questão da autonomia latinoamericana, evitou a assinatura da ALCA, já em vias de consolidação no Governo FHC e passou a fortalecer o MERCOSUL. Foi fundamental para evitar o golpe da Venezuela e se negou a brigar com a Bolívia quando os conservadores brasileiros pediam sangue na resolução da questão do gás boliviano. Foi o primeiro presidente brasileiro a percorrer todo o continente africano e pedir desculpas pelos gestos realizados contra os nossos ancestrais afros.

Lula é citado (e pela primeira vez na história de um presidente brasileiro) como um os 20 homens mais influentes do mundo. O país lidera o bloco dos emergentes. Discute na OMC contra o protecionismo dos ricos, especialmente solicitando quebra das barreiras ficadas contra nossa produção agrícola e pecuária. Tem gente que esperneia e o preconceito não consegue admitir a vitória da política internacional do Lula. Mas os dados estatísticos comprovam que esse grupo é uma elite, aliás, uma micharia de elite que não significa nem 20% do povo brasileiro.
'Ciumeira' tenta desestabilizar meu rendimento em campo
* Caramurú
O companheiro de blog, Kércio Henrique, numa demonstração clara de vítima das minhas jogadas (lembra do gol na AABB ?) fica tentando diminuir a grande apresentação que realizamos no amistoso contra Messias Targino. Dia 29 é o jogo de volta e vou levar testemunhas para comprovar os fatos.

terça-feira, 17 de março de 2009

Um resultado no mínimo diferente
*Kercio Henrique
Não tive como acompanhar a estréia da seleção campo-grandense de veteranos no ultimo sábado (14). Porem ansioso pra saber o resultado perguntei ao companheiro Caramuru, sobre o resultado e a resposta foi um tanto inesperada:
- Campo Grande quase dois a um.
Não me segurei e comecei logo a rir, segundo ele que se denomina o cérebro do time ele deu o passe para o gol e deu um outra para um quase gol. (Sic) não resistir e o riso rolou solto. Companheiro não me resta outra coisa a não ser correr pra enciclopédia Zé Estácio e indaga-lo quanto a esse tipo de resultado. Mais em fim o resultado mesmo foi 1x1, e segundo o próprio Zé Estácio, Caramuru sempre consegue com palavras transformar jogadas simples em lances espetaculares, sempre feitos por ele claro, mera coincidência claro...
QUANTO CUSTA A FELICIDADE?

Por: Ruston Liberato

A forma como nos relacionamos com o dinheiro diz muito sobre nós mesmos.
Para o filósofo americano Jacob Needleman, professor da Universi-dade Estadual de San Francisco, na Califórnia, alguém só se conhece quando compreende o papel que o dinheiro tem na sua vida. Para ajudar nessa tarefa, alguns estudiosos criaram perfis baseados em estilos de se lidar com o dinheiro. Para a socióloga Glória Maria Garcia Pereira, autora de A Energia do Dinheiro, existem sete perfis principais, criados inconscientemente durante a nossa primeira infância. Entre esses grupos, destacam-se os equilibrados, que lidam bem com a grana. Para essas pessoas, o carro é um meio de transporte - que, sim, pode ser confortável, grande e seguro - , mas não é um símbolo de status. Mesmo com uma conta recheada, o equilibrado não usa sua riqueza para obter vantagens pessoais ou para se impor diante dos outros. O dinheiro não é uma fonte de poder. Ele pode ser usado para ajudar os outros, para fazer o bem à humanidade.Mas os equilibrados são minoria. Segundo Glória, não ultrapassam 20% da população. O resto de nós perdeu de vista o significado original do dinheiro: um pedaço de papel ou metal, criado no século 7 a.C. pelos gregos para facilitar as trocas de bens entre as pessoas. É verdade que o mundo mudou muito desde então, não dá nem para comparar. E acabou que, hoje, passamos a enxergar no dinheiro coisas que não cabem estampadas nem em uma nota de cem dólares.
Auto-estima
"Dinheiro é uma droga. Ele pode nos dar a sensação de que somos melhores e mais importantes do que realmente somos", diz Needleman, autor do best seller O Dinheiro e o Significado da Vida. Isso acontece porque entregamos ao dinheiro uma parte de nossa auto-estima. Com as coisas que podemos comprar com ele - o carrão, a roupa da moda, o último modelo de celular - nós nos sentimos melhores, mais ajustados socialmente e aceitos por nossos pares. Quem nunca viveu a situação de se sentir pior por comparecer a uma festa com uma roupa inapropriada, por exemplo? Ou teve vergonha do Fusquinha 74 quando todos os amigos tinham carros do ano? É como se fôssemos piores por não podermos ostentar o que os outros têm. E, pelo contrário, quando temos dinheiro e podemos comprar tudo o que queremos, nós nos sentimos mais poderosos, mais fortes.
A riqueza virou uma medida do que somos. Já não somos mais avaliados por nossa sabedoria, nossa habilidade em criar bem os filhos ou pela capacidade de fazer o bem à humanidade. E isso importa tanto quanto o conforto que o dinheiro compra.
Segurança
Muita gente poupa compulsivamente, achando que sua segurança depende do número de dígitos da conta bancária. Até certo ponto, essa preocupação é natural. Afinal, temos os filhos para criar, a velhice por atravessar e as emergências para enfrentar. Mas pouca gente faz as contas para ter uma idéia de quanto vai precisar para isso tudo, e vai guardando, guardando, desesperadamente. "Algumas pessoas acumulam muito mais dinheiro do que seriam capazes de gastar numa encarnação inteira. Isso não faz sentido", afirma o mestre espiritual Sri Prem Baba, líder da irmandade Ordem da Luz, de São Paulo.Essa busca frenética por segurança, no fundo, esconde uma tremenda falta de autoconfiança. A coisa é simples: se temos confiança em nós mesmos, se acreditamos que somos capazes de desempenhar bem uma função qualquer que nos garanta o sustento pelo resto de nossas vidas, não precisamos ficar poupando alucinadamente. E, assim, no lugar de buscar segurança no dinheiro guardado no banco, nossa segurança vem de nós mesmos.
Identidade
Antes de o mundo se tornar tão individualista, as pessoas se reconheciam pelo que eram, pelo que faziam ou sabiam. Mas, hoje, cada vez mais somos identificados pelo que temos. Assim, um empresário que se preze precisa ter um carro importado na garagem, andar com seguranças, ter uma casa no campo e outra na serra, viajar pelo menos uma vez por ano para a Europa e fazer festas inesquecíveis nas datas especiais.
Essas coisas constroem sua identidade de homem-rico-bem-sucedido. E, no final, boa parte de sua vida acaba sendo gasta na manutenção da aura de sucesso. Estranho.Isso é tão importante que, segundo pesquisas em casas lotéricas, a maioria dos apostadores não almeja o prêmio máximo. Eles sonham em ganhar uma quantia suficiente para pagar dívidas e dar liberdade de escolha em relação ao trabalho. "Eles temem que o dinheiro mine sua identidade. Afinal, identidade é um conceito estabelecido a partir do lugar social das pessoas, por seus objetivos e lutas, e uma grande soma de dinheiro pode destruir tudo isso", diz o sociólogo escocês Nigel Dodd, da Universidade de Glasgow, autor de A Sociologia do Dinheiro.O administrador de empresa Luiz Roberto Aguiar, de São Paulo, percebeu a arapuca em que estava se me- tendo e tomou uma decisão radical: vender sua Mitsubishi Pajero depois de colocar no papel o quanto gastava por ano com o carrão. "Vi que se andasse de táxi para todo canto ainda gastaria bem menos", diz ele. Para muita gente, que relaciona o carro a um símbolo de status, não seria nada simples tomar uma decisão como essa.
Aceitação
Para muitos, o dinheiro também é o caminho mais fácil para obter a aceitação de seus pares. Somente com o dinheiro, imagina-se, é possível conquistar afeto e ser admirado. A origem dessa confusão começa na infância, quando os pais substituem amor pelos presentes. A criança fixa a idéia de que afeto e dinheiro são a mesma coisa. E a sociedade de consumo reforça essa tese. Os comerciais correlacionam o poder financeiro à realização afetiva: é o celular que só garotas magrinhas usam, o desodorante que garante sexo animal e até a margarina que vem com uma família perfeita junto. Isso leva muita gente a acreditar que para ser aceita - e amada - precisa da roupa, do carro e do perfume certos. A gente nem percebe, mas, a não ser pelos pais, "esses caretas que não entendem nada", não há mais ninguém mostrando às crianças as coisas valiosas que não aparecem nas propagandas, simplesmente porque nenhuma empresa pode embalar e vender. Coisas como espontaneidade, nobreza de atitude, valores, amizade. Coisas que não custam nada, mas valem muito.
Dinheiro traz felicidade?
Parece piada, mas muitos economistas já se debruçaram sobre essa pergunta. E recentemente algumas pesquisas trouxeram respostas interessantes. O consenso entre os economistas até agora é de que, sim, o dinheiro traz felicidade. Os ricos, aparente- mente, são mais felizes que os mais pobres, mas... existem vários "mas", descobriram os economistas Richard Easterlin, da Universidade de Sou- thern California, nos Estados Unidos, e Andrew Oswald, da Universidade de Warwick, Inglaterra, que pesquisam o assunto separadamente.Em primeiro lugar, essa relação tem limite. Depois de um nível básico em que as necessidades e alguns luxos estão atendidos, mais dinheiro não traz felicidade extra. "Uma vez que você já tenha dinheiro suficiente para assegurar seu bem-estar, qualquer centavo extra não traz uma gota a mais de felicidade, a não ser que ele seja usado para a satisfação dos outros", diz a psicóloga Denise Ramos, da Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC-SP). Além disso, o efeito de um aumento de renda ou do ganho de uma bolada tem duração limitada. "Paira sobre a humanidade a maldição de nunca estar satisfeita com aquilo que tem", diz Oswald.
Então, de onde vem a felicidade? Há alguns anos, junto com o professor David Blanchflower, Oswald calculou quanto valem, em dólares, algumas conquistas corriqueiras da vida, com base em milhares de entrevistas feitas na Inglaterra. Os números, evidentemente, foram estimados para um país rico, e devem ser vistos como são: tentativas de mensurar o imensurável, comparações matemáticas. Mas, se a moeda corrente é a principal medida do valor das pessoas hoje em dia, é bom você saber valorar algumas conquistas que a gente não leva em conta, quando faz as contas. Por exemplo, segundo os dois economistas, a felicidade de estar casado equivale a um aumento de 24 mil reais na renda mensal. Por outro lado, uma viuvez representa uma perda de 50 mil reais no salário."A importância dos relacionamentos para o bem-estar aparece com destaque nos levantamentos", afirma Oswald. No final, dos números brotou algo tão óbvio quanto surpreendente de se ver em estudos econômicos: a constatação de que a felicidade, afinal, vem dos contatos pessoais, dos relacionamentos, das atividades que se faz, enfim, do fato de viver. Quando o dinheiro é usado para viabilizar isso tudo, ele também traz felicidade.
Qual é o seu perfil?
Pão-duro - Ele tem medo de um dia ficar sem dinheiro e, por isso, guarda tudo o que ganha. Não vive o presente e deixa tudo para um futuro sem data. Essa atitude está ligada a alguma carência da infância, de afeto ou de alimento, por exemplo. No fundo, o sovina acredita que o dinheiro pode completá-lo, oferecendo o carinho ou o amor que não recebeu quando criança.Gastador - Consumista compulsivo, para ele o que importa é o prazer do momento. Em geral, são pessoas com baixa auto-estima, que usam o dinheiro para construir a própria identidade e serem aceitas. A raiz desse problema pode estar em uma infância sem limites, em que a criança teve o que quis.
Escravo - Para ele, o dinheiro não é um meio, mas um fim. Ele só quer saber de acumular. A origem desse comportamento pode estar em uma educação severa, sem espaço para exprimir vontades e idéias pessoais. Quanto mais ganha, mais quer ganhar e, por isso, mas escravizado se sente. Pode estar relacionando o dinheiro à segurança e, ao mesmo tempo, ao poder.
Desligado - Não sabe bem quanto recebe, nem o valor das coisas. Emocionalmente imaturo e dependente do outro, o desligado tem sempre alguém que organiza sua vida financeira. A origem disso pode ser uma infância protegida, em que a criança recebia o que precisava sem pedir. Para essas pessoas, o dinheiro é uma coisa impura e indigna.
Confuso - Não sabe lidar com as próprias emoções nem com a dinâmica do dinheiro, baseada na troca. Costuma dar o que tem e o que não tem para entes queridos porque confunde afeto com dinheiro.
É atormentado por carências afetivas e sentimentos de culpa. Para esse indivíduo, o dinheiro, além de um instrumento de troca, é o recurso principalpara ser aceito socialmente.
Raivoso - Fica irritado só de ouvir falar no assunto.
A maior parte não sabe ganhar dinheiro e geralmente ganha menos do que gostaria. Neste perfil também se enquadram filhos de famílias ricas que não podem decidir de que forma usar o dinheiro, já que o controle da grana pertence ao pai. São pessoas que enxergam no dinheiro uma fonte de poder e realização pessoal.
Eles acham que, na hora em que colocarem a mão na grana, seus sonhos se realizarão e eles atingirão um estado de plena satisfação.
Equilibrado - Gente que sabe o que quer e que trabalha para ganhar o necessário para fazer o que deseja. Os equilibrados são confiantes, conhecem os limites de seus desejos e de suas possibilidades e sabem lidar com a frustração. Mas não são passivos. Sabem dosar os gastos com a poupança para emergências. Como lidam bem com o dinheiro, sabem compartilhar com os outros e aproveitar a vida.
Fonte: Site Revista Vida Simples